domingo, 3 de janeiro de 2010

Ano Novo

Lá bem no alto do décimo segundo andar do ano
Vive uma louca chamada Esperança
E ela pensa que quando todas buzinas
Todos os tambores
Todos os reco-recos tocarem:
- Ó delicioso vôo!
Ela será encontrada miraculosamente incólume na calçada – outra vez criança
E em torno dela indagará o povo:
- Como é o teu nome, meninazinha dos olhos verdes?
E ela lhes dirá
( É preciso dizer-lhes tudo de novo )
Ela lhes dirá bem alto, para que não se esqueçam:
- O meu nome é ES – PE – RAN – ÇA …




Mario Quintana

7 comentários:

TeXucoO disse...

Liinndooo!!

Patriny Marcelle disse...

Adorei

Nine disse...

Muito legal!

olá esperança...

Juliane S. Rocha disse...

Existem momentos que por mais
que ela grite, não conseguimos escutá-la.
É importante te-la sempre, e não esquece-la!
E S P E R A N Ç A ! ! !

lorenarey *-* disse...

texto maravilhoso *-* ♥

Messias Daniel disse...

esperança é a luz de meus olhos a cada amanhecer!procurando resquicios da felicidade,que se confunde com a infancia.
Ao encontra la esqueço do mal do mundo!

Paty Mattos disse...

Queridos,


segue o meu novo blog. Para quem não sabe o Gabriel Pinho, meu namorado, é casado e nunca tinha me dito nada. Veja a confusão no blog que criei, comente e divulgue.

http://gabrielpinhomesacaneou.blogspot.com/

Bjs